Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘computadores antigos’

(Descobrimos porque não estávamos conseguindo usar o Puppy 4 após instalado no HD do computador antigo…)

Situando, o computador em questão (para quem não leu os posts anteriores Primeira máquina montada com sucesso! e Experimentando novas opções de dualboot nas máquinas) é um Pentium MMX 233MHz, com 64Mb de RAM.

Rodando o Puppy 4 em live CD, era reconhecido o mouse serial, porém após a instalação no HD de 3Gb, com 122Mb de Swap, o teclado funcionou, mas o mouse não. Ao reiniciar, na hora de reconhecer os dispositivos, ele identificava o mouse como PS/2 erroneamente.

Conheça uma de nossas fontes de pesquisa na internet: Como instalar Puppy Linux para o Disco.

Acreditando que não rodaria em modo XORG (modo gráfico pesado e sofisticado), utilizamos em todas as tentativas o modo XVESA. Parece que esse modo não é muito eficiente, não nos ofereceu opção de alterar a resolução da tela, nem a determinação do tipo de mouse utilizado (no caso, um serial). Então, resolvemos tentar o modo XORG e, finalmente, tudo funcionou muito bem!

Distro Puppy 4 aprovada!!!

Próxima saga: Instalar Kurumin 7, segundo as recomendações do Mestre Morimoto (confira o link para o tutorial em Experimentando novas opções de dualboot nas máquinas).

Em breve também: experiências com Fluxbuntu 7.10 e Linux Mint (agradecimentos a Anderson Apolinario, que deu essa dica no comentário do post anterior).

Deixe um comentário aqui

Anúncios

Read Full Post »

Montamos o primeiro micro aqui em nosso projeto, a partir de 3 outros que estavam abandonados. Vejam a configuração dele:

Processador MMX 233 MHz / Memória RAM 64 Mb
HD IDE 3 Gb / Placas de Rede e Vídeo Offboard
Drive Gravador de CD LG 48x16x48 / Drive de Disquete
Mouse serial / Teclado DIMM / Monitor LG StudioWorks 15″
Sistema Operacional rodando: Damn Small Linux

Primeiro, foi feita uma tentativa de formatação com o Xubuntu 6.10, porém o instalador travou várias vezes, então concluímos que tenha sido por insuficiência de memória RAM. Pesquisamos um outro sistema mais adequado ao hardware e encontramos o Damn Small Linux 4.3.

Damn Small Linux é um pequeno LiveCD com apenas 50MB que nasceu de um experimento para comprovar quantos pacotes cabiam em um espaço reduzido e com uma aparência mais amigável possível.

Seu funcionamento é ótimo, baseado em knoppix, (debian), usa fluxbox como gerenciador gráfico e é especialmente recomendado para ser usado em qualquer PC, por mais velho e desprovido de hardware que seja.

Possibilita tanto sua utilização direto do cd, como também sua instalação em um pendrive ou HD.” (http://comunidade-linuxnarede.eti.br/modules/news/article.php?storyid=344)

Com 5 gabinetes vazios sob um madeirite, montamos uma mesa para esse computador. É uma ótima solução enquanto não tivermos uma mesa mais apropriada, pois os gabinetes estão em bom estado de uso, somente aguardando novas peças chegarem.
Se vc ficou tentando entender como é que fizemos uma mesa com 5 gabinetes e não 4, vou explicar. Foram 2 colunas paralelas, feitas com 2 gabinetes cada. Entre eles, ao fundo, colocamos um gabinete daqueles horizontais de bem antigamente (Itautec, que usava o disquetão, coisa de museu) para dar maior estabilidade à base da mesa. Desmontar este gabinete foi uma experiência inesquecível. O tamanho da placa-mãe, além do peso do disco rígido e da fonte…

(…)

Fizemos também um panfleto para a campanha de doações de computadores usados (Veja a imagem grande clicando aqui)

campanha-impressa

Vejam mais fotos no meu álbum de Metareciclagem no Orkut:
Meu álbum de Metareciclagem no Orkut

Envie um email: metarec.ba@gmail.com

Deixe um comentário aqui.

Read Full Post »